Novo Hospital CEMA - Boletim da Obra #2

Fase de pintura do prédio tem início até março de 2018

Com a etapa estrutural concluída, o edifício do novo CEMA entra na fase de implantação dos sistemas de vedação, instalações elétricas, hidráulicas e de ar-condicionado. Todas essas obras estão sendo feitas conjuntamente à preparação das paredes externas, com aplicação de reboco, para posterior fase de pintura. A previsão é de que o prédio ganhe as primeiras camadas de tinta entre o final de fevereiro e o início de março de 2018. “É uma obra bem coordenada, com foco muito técnico”,afirma o engenheiro Célio Aldi, da equipe de Engenharia Clínica do CEMA, coordenada pelo engenheiro Marco Antonio G. Pedro.

Um exemplo é o sistema HeatRecover, uma tecnologia que garante economia da energia elétrica utilizada fornecer água quente ao Hospital. Essa economia é obtida através do aproveitamento da energia cinética (oriunda dos motores que abastecem o sistema de ar-condicionado), transformada em energia elétrica (utilizada no sistema de aquecimento de água). “Toda a água quente será fornecida pelo uso do ar-condicionado. É uma tecnologia avançada, que representa a exploração inteligente dos recursos, de forma econômica e sustentável”, explica o engenheiro. 

A moderna edificação, onde trabalham atualmente 160 operários, estará a 500 metros da Estação Belém do Metrô, com fácil acesso também por meio da interligação com as linhas de trens da CPTM (Estações Brás e Tatuapé) e de 60 linhas de ônibus que servem o local. Tudo para garantir que o paciente do CEMA continue a receber o melhor atendimento especializado em olhos, ouvidos, nariz e garganta da cidade.
Data de Publicação : 12/01/2017